Saiba quanto seu time ganha de cotas de TV em 2017

17/09/2017
cotas

Um levantamento publicado no Blog de Cássio Zirpoli aproximou os valores que os clubes das Séries A e B irão receber em cotas televisivas da Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro. Desigual, a distribuição coloca os times da Segundona com cota fixa, exceto no caso do Internacional, que irá receber em 2017, o mesmo montante recolhido na elite. Náutico e Sport irão receber a mesma quantia recebida em 2016, mas o Santa terá uma perda de quase 80% da quantia.

No ano passado, os clubes pernambucanos tiveram desempenhos abaixo do esperado nas suas respectivas séries do futebol nacional. O Sport evitou o rebaixamento na última rodada, o Santa caiu e o Náutico bateu na trave, mais uma vez, na segunda divisão. E o desempenho fraco vai pesar no bolso, mais para uns do que para outros. Por exemplo, o Tricolor, que teve uma cota de R$23 milhões para disputar a elite, terá que encarar o próximo ano com R$5 milhões, uma queda de 78% no orçamento.

No Leão, a conta é favorável se levar em consideração que a queda diminuiria as cotas. Porém, para quem se mantém há quatro anos na primeira divisão, era de se esperar um aumento nos valores, algo que não aconteceu. Neste ano de 2017, o Sport tem os mesmos R$35 milhões para a temporada. Quem também fica na mesma é o Timbu. O Náutico aparece na lista dos clubes da Série B com R$5 milhões, com a exceção do Internacional que, apesar de cair, não teve redução em seus R$60 milhões anuais. E o Goiás, que garantiu R$30 milhões a mais que os demais times.

É provável que os números do IBOPE sejam os diferenciais na distribuição, já que Flamengo e Corinthians lideram o ranking com folga.

Confira as Cotas televisivas para os clubes brasileiros em 2017 (são levados em conta apenas os valores pagos pela televisão aberta):

Série A

R$170 milhões – Corinthians e Flamengo

R$110 milhões – São Paulo

R$100 milhões – Palmeiras e Vasco

R$80 milhões – Santos

R$60 milhões – Cruzeiro, Atlético-MG, Grêmio, Fluminense e Botafogo

R$35 milhões – Bahia, Sport, Vitória, Atlético-PR e Coritiba

R$23 milhões – Chapecoense, Ponte Preta, Atlético-GO e Avaí

Série B

R$60 milhões – Internacional

R$35 milhões – Goiás

R$5 milhões – Santa Cruz, Figueirense, América-MG, Náutico, Boa Esporte, ABC, Brasil-RS, Ceará, CRB, Criciúma, Guarani, Londrina, Juventude, Oeste, Paraná, Luverdense, Paysandu e Vila Nova.

Fonte: PE Futebol Clubes

Notícias relacionadas...

Mais notícias

Nossos Anunciantes