Aos 70 anos, a CMJP estaria vivendo os seus melhores momentos, diz vereadora

12/11/2017
audiencia

A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) está passando por seu melhor momento histórico. Isso é o que avalia a vereadora Sandra Marrocos (PSB), ao falar sobre os 70 anos da reinstalação do Poder Legislativo pessoense. Para ela, o momento é de reafirmação democrática da instituição e isso está sendo possível pelo bom nível e o engajamento dos atuais vereadores da Casa. “Temos que parabenizar a atual mesa diretora na pessoa do presidente Marcos Vinícius (PSDB), que tem feito desafios e encaminhado bem a Câmara”, aponta a parlamentar.

Ela exemplifica com a realização da primeira ‘Virada Legislativa’ pela CMJP. “A ‘Virada Legislativa’, que nada mais é dar acesso à população de João Pessoa de como redigir, como elaborar um projeto de lei de iniciativa popular, tratando da reforma urbana e da mobilidade urbana, é um exemplo desse comprometimento da atual mesa diretora com a cidade”.

A ‘Virada Legislativa’, realizada no dia 20 de outubro, no Espaço Cultural em João Pessoa, foi uma iniciativa pioneira no país. “Foi a primeira ‘Virada Legislativa’ no Brasil com a ideia de capacitar o cidadão comum a elaborar projetos de lei de iniciativa popular para coletar assinaturas eletronicamente através do aplicativo ‘Mudamos’”, lembra Sandra Marrocos. A ‘Virada’ foi realizada pelo Legislativo Municipal em parceria com o Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS Rio) e fez parte das celebrações dos 70 anos de reinstalação da Casa.

De acordo com a vereadora, os 70 anos têm ocorrido com debate e participação popular. “E agora tem um projeto de nossa autoria que cria a Corregedoria da CMJP. Vamos ter um espaço de encaminhamento, ordenamento interno e de diálogo”, antecipa a parlamentar, justificando: “Por isso que os 70 anos é para celebrar mesmo em um momento tão desafiante, de reafirmação da democracia”.

“Faço uma avaliação muito positiva da atual legislatura”, continua Sandra Marrocos. “Temos uma oposição sintonizada, que planeja e faz ações de fato para encaminhar avanços na cidade de João Pessoa. Temos uma bancada de situação que também dialoga, conversa. Vivemos um momento bom em relação aos parlamentares”.

Conforme avaliação dela, a Câmara resgata o que se tinha perdido um pouco: a questão da credibilidade. “Quanto ao meu mandato, tenho o meu perfil e sei perfeitamente a minha tarefa deste momento histórico de retirada de direitos e reacionário, de você a todo momento, todos os dias, acordar e ter que reafirmar algo que era uma conquista de dez, vinte, trinta anos atrás. Continue João Pessoa contando com a minha fala, com a minha voz, principalmente do cuidar dessa cidade, uma cidade que eu amo muito”.

E ela finaliza: “Tenho 46 anos e vim morar nesta cidade com nove anos de idade. Esta cidade me acolheu. Sou louca por João Pessoa. Enquanto eu estiver na Câmara, estarei na firmeza da defesa de garantias de direitos, mas com um olhar criterioso sobre os problemas da cidade”.

Nascida a 6 de março de 1971 em Curral Velho, interior paraibano, Sandra Marrocos é formada em Assistência Social e flha de Jandira Marrocos de Lacerda e José Pereira de Lacerda. “Mãe, mulher, negra, feminista e assistente social de formação”, assim se define Sandra Marrocos, que participou ativamente do Centro Acadêmico de Serviço Social e do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Sandra coordenou a ong Centro Acorda Mulher e foi gestora do Orçamento Democrático na Prefeitura de João Pessoa. Eleita vereadora pela primeira vez em 2008 por indicação do Coletivo de Todas as Lutas, também foi presidente da Fundac-PB. Eleita vereadora suplente no mandato de 2012, retornando à Câmara como vereadora titular nas eleições de 2016.

CMJP

Notícias relacionadas...

Mais notícias

Nossos Anunciantes