13º dos aposentados do INSS será antecipado todos os anos

06/09/2020
prevsocial

Um recente decreto publicado pelo Governo Federal, estabelece que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), permita que os segurados inscritos na autarquia solicitem a antecipação do pagamento do 13º salário. A medida que deverá entrar em vigor a partir de 2021, é direcionada aos aposentados e pensionistas por morte ou vários outros auxílios.

Este ano, o adiantamento das parcelas foi autorizado devido aos impactos da pandemia da Covid-19. Entretanto, o novo Decreto tem o intuito de prorrogar esta alternativa pelos próximos quatro anos, sem que o Governo Precise fazer anúncios anuais.

13º salário em 2020

A princípio, as parcelas deveriam ser pagas até o fim do ano, mesmo que seja comum perante a lei, a antecipação da primeira parcela entre fevereiro e agosto. Contudo, o INSS já efetuou o pagamento integral de 2020 entre o período de abril a junho, devido à pandemia do novo coronavírus. Agora, o Senado irá avaliar a possibilidade de criar um 14º salário somente para 2020, destinado aos beneficiários do instituto que já receberam o 13º, mas que, ainda possuem dificuldades financeiras devido ao atual cenário de pandemia.

Reabertura das agências

A reabertura das agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi prorrogada novamente. A data que previa a retomada das atividades presenciais para a próxima segunda-feira, 24, agora está marcada para o dia 14 de setembro. Em consequência, os atendimentos remotos também foram prolongados até o dia 11 de setembro. Contudo, caso prefiram, os segurados podem continuar recorrendo a este método de maneira simplificada mesmo após a reabertura.

Para entrar em contato, basta acessar o site oficial do instituto, aplicativo Meu INSS ou ligar na Central 135. O atendimento presencial está suspenso desde o mês de março, momento em que a pandemia da Covid-19 teve início. Desde então, o INSS e a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia vêm adianto a reabertura e prolongando o atendimento remoto.

Por Laura Alvarenga 

Jornal Contábil 

Notícias relacionadas...

Mais notícias

Nossos Anunciantes