Presidente mostra propostas para o futebol paraibano

30/09/2018
Micelhe-Ramalho

A chapa vitiriosa, segundo sua presidente que vai comandar o futebol na Paraíba por quatro anos,  “tem compromisso com o futebol paraibano. A esperança de mudança é agora. Acreditamos que nem tudo está perdido e que esta é a melhor proposta para acabar com o egoísmo de determinadas pessoas que estão no futebol por interesses pessoais, esquecendo-se do torcedor e dos seus compromissos com o esporte”.

Chapa UNIDOS SOMOS FORTES

Presidente: Michelle Ramalho Cardoso

1º Vice-Presidente: Nosman Barreiro Paulo Filho

2º Vice-Presidente: Marcílio de Lima Bráz

3º Vice-Presidente: Thalyta Costa Gomes

Conselho Fiscal

Zuleide Ribeiro Gama

Filipe Gaudencio

Matheus Nunes morais

Conselho Fiscal Suplente

Joel Marques da Silva

Moisés Barroso da S. Sobrinho

Márcia Cesar Duarte

ALGUMAS DE NOSSAS METAS PARA A GESTÃO

PROFISSIONAIS

– Viabilizar projetos para tentar junto a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Governo Estadual e Federal e o Ministério dos Esportes para a construção de um Centro de Treinamento, dedicado exclusivamente para as equipes filiadas a Federação Paraibana de Futebol;

– Sorteios de árbitros para as partidas de futebol com a presença de um representante do Ministério Público da Paraíba;

– Separar o Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba da Federação Paraibana de Futebol;

– Elaboração de um calendário anual de competição para clubes profissionais;

– Tentar junto ao Governo do Estado a implantação do Programa Gol de Placa para clubes também da Segunda Divisão;

– Viabilizar a implantação de um futebol sustentável para os clubes da Segunda Divisão que ainda não são beneficiados com o Programa Gol de Placa;

– Criação de Sub-Sedes da FPF para facilitar a locomoção das equipes, principalmente do Sertão;

– Buscar melhoramentos nos recursos do Programa Gol de Placa, aumentando assim os valores a serem rateados com as equipes participantes;

– Junto com os órgãos competentes, melhorar a iluminação e os gramados dos estádios onde são sediadas as partidas oficiais do campeonato paraibano;

– Redução de taxas administrativas;

FUTEBOL FEMININO

– Criar o Departamento de  Futebol Feminino para valorizar o futebol das mulheres em nosso Estado;

– Realização de Campeonatos Feminino nas categorias Sub 15, Sub 17, Sub 9 e Adulto;

– Dá suporte logístico às equipes femininas filiada a FPF;

– Viabilizar recursos para as equipes femininas em competições de âmbito nacional;

ARBITRAGEM

– Remuneração para todos os árbitros das categorias de base quando os mesmos forem escalados para as partidas;

– Criação imediata da Escola de Arbitragem, para que possamos qualificar e profissionalizar cada vez mais os nossos árbitros, desde os quadros de amador até chegar ao profissional;

– Realização de cursos com o CREF e universidades para técnicos e preparadores físicos que trabalhem em clubes buscando atualiza-los.

AMADORES

– Firmar patrocínios com a iniciativa privada para os campeonatos amadores, ajudando assim os clubes;

– Ajudar financeiramente as equipes amadoras durante as competições de base para que os mesmos possam se locomover para os locais de jogos;

– Ajudar clubes amadores com material esportivo de boa qualidade;

– Firmar convênios com clínicas medicas e\ou hospitais para que os atletas realizarem exames cardiológicos, no sentido de ficarem aptos para as disputas dos campeonatos;

– Elaboração de um calendário anual de competição para os clubes amadores;

– Buscar junto ao Governo do Estado um maior incentivo para o esporte amador, viabilizando e possível recursos financeiros para serem distribuídos com os clubes filiados;

14-Premiacões para as categorias amadoras não só em dinheiro, mas para competições fora do nosso estado dando, suporte ou buscando subsídios;

– Subsídios para realização de competições de Base a nível nacional;

INSTITUCIONAL

– Fazer uma Auditoria contábil e fiscal na federação assim que assumir a entidade;

– Firmar parcerias com CBF, Tribunais de Justiça Desportiva e empresas públicas e privadas para a realização de cursos e seminários voltados para a área esportiva;

– Trazer cursos necessários aos amadores e profissionais, como por ex: TMS para os profissionais e de gestão para os amadores.

– Criação do Portal da Transparência, prestando-se contas trimestralmente das ações;

– Fazer uma nova reforma no Estatuto Social da FPF, para acabar definitivamente com alguns vícios de privilégios aos integrantes da entidade;

– Criação de um setor de compras onde será determinado o valor de compra direta ou indiretamente dos produtos e\ou equipamentos e materiais a serem utilizados no âmbito da federação;

– Criação de um Departamento de Marketing que não tenha só a função de divulgação das ações, mas também fazer e elaborar projetos para as competições, na busca de captar patrocínios tanto para clubes, torcida e entidade;

LIGAS DESPORTIVAS

– Fiscalização ou visitação das competições realizadas pelas Ligas, valorizando os seus dirigentes no exercício legal de suas atividades;

– Concessão de ajudas de custo às Ligas Desportivas para que seus dirigentes possam realizar com bastante êxito seus campeonatos regionais;

– Acompanhamento permanente junto as Ligas Desportivas, para o melhor desempenho de suas atividades nas mais variadas regiões da Paraíba;

Só Esporte

Notícias relacionadas...

Mais notícias

Nossos Anunciantes