Pernambuco sedia Encontro Nacional de Tabeliães de Protesto de Títulos e Documentos

21/09/2018
IMG_6030
Tabeliães de protesto de títulos e documentos de todo o País estão reunidos desde ontem em torno da 16ª Encontro Convergência 2018, que acontece até amanhã no Centro de Convenções do Hotel Sheraton, em Cabo de Santo Agostinho (PE). “É para nós um grande orgulho sediar esse evento, coincidentemente, no transcurso dos 30 e 15 anos de criação, respectivamente, do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil e da Seção Pernambuco”, afirmou a presidente do IEPTB-PE, Isabella Falângola.
Na solenidade de abertura, ela lembrou que, como o próprio nome diz, o objetivo principal é convergir em direção a um ideal comum, que passa, por exemplo, pela uniformização de procedimentos  da necessidade de uniformização de procedimentos, já que há 27 estados com legislações distintas, o que, querendo ou não, dificulta até para o credor que está encaminhando o protesto de título para a Paraíba ou Pernambuco, porque ele não entende que existem essas diferenças. “Precisamos padronizar os procedimentos para que cada vez mais possamos prestar melhores serviços para as pessoas”, defendeu.
Valorização cultural
A recepção aos participantes se deu com o que há de mais genuíno na cultura pernambucana, através dos tradicionais bonecos de Olinda, telas em xilogravura, uma execução do hino nacional interpretada pelo sanfoneiro Damião Mota e troféu produzido pelo artista plástico pernambucano Erron Ramos, entregue como forma de homenagem e reconhecimento a boas práticas emanadas de vários estados.
Nesse contexto, foram contemplados os estados do Mato Grosso, por ter alcançado a postecipação de todos os emolumentos; o, Paraná, pelo atingimento do menor índice de reclamação e resposta rápida e São Paulo, pela captação através da CRA, de empresas que nunca protestaram antes e encaminharam títulos para todo o Brasil. Também foi exibido um vídeo documentário sobre a criação do IEPTB-BR, que teve no atual presidente Léo Almada seu precursor, de forma visionária.
Sobre o Convergência
Segundo o presidente do IEPTB-PB e vice-presidente da Anoreg-BR, tabelião Germano Toscano de Brito, o Convergência surgiu por solicitação do presidente Leo Almada,, logo após a instituição do Instituto de Protesto de Títulos do Brasil. “Não tínhamos um encontro e ele sugeriu que que víssemos como criar um encontro de caráter nacional. Imaginamos esse nome baseado na Lei 04/92, que é a lei nacional que regulamenta a atividade do Instituto Jurídico de Protesto do Brasil e assim fizemos tendo sido a Paraíba o estado pioneiro a realizá-lo”, historiou.
Ele atribuiu a criação do prêmio entregue na ocasião, denominado Convergência Toscano de Brito à generosidade à diretoria do Instituto nacional, instituído em Cuiabá, para homenagear os colegas e autoridades que se destacam dentro desse universo que é o IETPB. “Cada estado cria o seu, não há um padrão e é essa dinâmica que faz com que seja materializado todos os anos, de forma diferente, os sentimentos de gratidão e reconhecimento.
Além dele próprio, receberam o troféu os tabeliães Léo Almada, Cláudio Marçal, André Gomes, Celso Belmiro, Yonara Gaioso,  Leandro Correa e João Noberto França Gomes.
Assessoria

Notícias relacionadas...

Mais notícias

Nossos Anunciantes